quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Características dos tecidos tipo Malhas.

Características dos tecidos tipo Malhas.

Estruturas dos tecidos de malha
Os tecidos de malha são constituídos por uma série de laçadas interligadas que resulta numa estrutura flexível. Embora a elasticidade seja uma característica de todos os tecidos de malha, estes podem, possuí-la em maior ou menor grau, conforme o fio e a estrutura que foram utilizados na sua fabricação.
Há dois tipos básicos de malhas: malha de trama e malha de teia. A primeira deriva das técnicas antiquíssimas das malhas feitas à mão. A segunda, uma inovação mais recente, é produto de máquinas complexas.

Há documentos que provam a existência de máquinas de tricotar a partir de 1589. As máquinas atuais, muito aperfeiçoadas, produzem uma infinidade de tecidos desde malhas finas para lingerie a malhas grossas para camisolas, e mesmo malhas com pêlo e desenho Jacquard.



Nas publicações:
Como são as estruturas das malhas de teia,
Como são as estruturas das malhas de trama 1 e
Como são as estruturas das malhas de trama 2.

Descrevem-se alguns tipos de malhas, para o que se utilizam os seguintes termos: ponto de meia (ou malha do direito) — ponto básico no qual as laçadas são puxadas através da parte da frente da malha anterior; ponto de liga (ou malha do avesso) — ponto básico em que as laçadas são puxadas através da parte de trás da malha anterior.

A combinação destes dois pontos básicos permite realizar todas as variantes.
- Cotelê corresponde a carreiras de laçadas no sentido do comprimento;
- Fileiras correspondem a carreiras de laçadas no sentido da largura (compare-se com a teia e a trama dos tecidos fabricados em tear);
- Gauge indica o número de malhas por centímetro. Quanto mais elevado for o seu número, mais fino será o tecido.

Os tecidos de malha podem apresentar-se sob a forma tubular ou lisa. No último caso, alguns possuem beiradas picotadas longitudinais semelhantes às ourelas dos tecidos de tear.




Nenhum comentário:

Postar um comentário