sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Corte e costura: Tipos de tecidos de fibras sintéticas e seus cuidados.

Corte e costura: Tipos de tecidos de fibras sintéticas e seus cuidados.
Todas as fibras sintéticas são, na sua origem, soluções químicas que passam através de orifícios minúsculos (as fieiras) para uma câmara-de-ar ou um banho químico onde se solidificam, formando os filamentos. Caso não sofram tratamento posterior (texturização ou fiação), estes filamentos são macios e escorregadios, o que contribui para que alguns tecidos sintéticos tenham tendência para desfiar.

As fibras sintéticas são também extremamente elásticas, não se amarrotando portanto; por outro lado, quase todas apresentam uma baixa porosidade e uma capacidade de absorção reduzida. As fibras sintéticas são, na sua maioria, termoplásticas, como, por exemplo, o náilon, isto é, podem ser moldadas sob determinadas condições de temperatura e pressão, permitindo a obtenção de interessantes variações de textura, quer nos fios, quer no próprio tecido.

Características dos tecidos de fibras sintéticas:


FIBRAS SINTÉTICAS

Fibras e marcas comerciais

Características

Tecidos típicos e aplicações

Cuidados a ter

Poliolefinas.

Courlene
Cournova
Meraklon.

Não absorventes;
Más condutoras do calor;
Difíceis de tingir;
Não provocam alergias;
Sensíveis ao calor.

Tecidos normalmente volumosos, mas leves, com um toque semelhante ao da lã.
Utilizadas em roupa exterior, como enchimento e para estofados.

Podem ser lavadas à máquina em água morna; utilize um amaciador no último enxaguamento.
Seque à máquina à temperatura mínima.
Passe a ferro à temperatura mínima ou não passe.

Fibras de vidro.

Fibreglass
Marglass

Resistentes;
Não absorventes;
Não amarrotam;
Baixa afinidade para os corantes;
Pouco resistentes ao atrito;
Não são atacadas por grande número de substâncias químicas nem pela luz solar;
Resistem à chama.

Tipos de tecido variando dos muito finos e leves a ásperos e pesados.
Utilizados principalmente em cortinas, cortinados e estofados.

Recomenda-se normalmente a lavagem à mão.
Permitem o uso de água sanitária no caso de tecidos brancos.
Normalmente dispensam o ferro.

Metálicas

Frágeis;
Não absorventes;
Perdem o brilho, exceto quando revestidas de plástico;
Sensíveis ao calor.

As fibras são normalmente revestidas com plástico, poliéster ou acetato, de que resultam tecidos brilhantes.

Lavagem normal ou limpeza a seco, conforme as instruções.
Não utilize temperaturas elevadas nem ao lavar nem ao passar a ferro.


Existe uma grande variedade de termos para a identificação das fibras sintéticas, o que poderá originar uma certa dificuldade. No entanto, este problema é minimizado quando se conhecem as diferenças entre o nome genérico para um tipo de fibra e o nome comercial utilizado pela empresa produtora. Assim, por exemplo, Orlon, Acrilan e Vonnel são marcas registadas de uma fibra acrílica. Uma fibra registada sob determinada marca comercial pode apresentar ligeiras diferenças relativamente a outras do seu grupo genérico; porém, terá a mesma estrutura química e, por conseguinte, características similares. As misturas de fibras são obtidas por combinação de duas ou mais fibras diferentes.


FIBRAS SINTÉTICAS

Fibras e marcas comerciais

Características

Tecidos típicos e aplicações

Cuidados a ter

Acrílicas.

Acrilan
Courtelle
Crylor
Dralon
Kolan
Leacril
Orlon
Vonnel

Resistentes;
Pouco absorventes;
Más condutoras do calor;
Não amarrotam;
Tingem bem;
Boa resistência à ação da luz solar;
Resistentes ao bolor e à traça;
Acumulam eletricidade estática;
Têm alguma tendência para formar bolinhas;
Sensíveis ao calor.

Principalmente tecidos macios ou com pêlo.
Frequentemente em combinação com outras fibras.
Utilizadas em sueteres meias e vestidos.

Exemplos: imitações de peles, malha dupla, cobertores e tapetes.

Algumas fibras acrílicas suportam a limpeza a seco, embora usualmente se recomende a lavagem normal.
Podem ser lavadas à máquina (com água pouco quente); suportam secagem à máquina.
Utilize amaciador para reduzir a eletricidade estática. Dispensam o ferro normalmente.

Poliamidas.

Cifalon
Nylfrance
Náilon
Perlon
Perlenka
Tendrelle
Timbrelle
Nylsuisse

Resistentes;
Pouco absorventes;
Más condutoras do calor;
Não amarrotam;
Resistem à sujeira, ao mofo e às traças;
Têm tendência
para formar bolinhas;
Acumulam eletricidade estática.

Grande variedade
de estruturas e pesos.
Frequentemente
em combinação
com outras fibras.
Utilizadas em lingerie, forros,
vestidos.

Exemplos: ciré. imitação de peles, cetim, jérsei.

Podem ser lavadas à mão ou à máquina em água morna; na máquina, programa para tecidos delicados.
Utilize um amaciador para reduzir a eletricidade estática.
Passe a ferro a baixa temperatura.

Poliésteres.

Dacron
Terital
Terylene
Tergal
Terlenka
Trevira

Resistentes;
Pouco absorventes;
Maus condutores do calor;
Não amarrotam, não esticam, nem encolhem;
Resistentes à traça e ao mofo;
Mantêm as pregas vincadas a calor;
Acumulam eletricidade estática;
Têm tendência para formar bolinhas.

Grande variedade de tecidos de peso e construção diversa.
Utilizados em vestidos, conjuntos saia e casaco, vestuário esportivo, lingerie, forros, cortinas, linhas e como enchimento.

Exemplos: crepe, malha dupla, forros.

Os tecidos de poliéster são, na sua maioria, laváveis em água morna, à mão ou à máquina.
Seque à máquina ou lave e pendure.
Utilize um produto amaciador para reduzir a eletricidade estática.
Não passe a ferro ou faça-o apenas ligeiramente; para leves retoques, utilize o ferro a temperatura moderada.

Modacrilica.

Dynel
Teclan
Verel

Pouco absorventes;
Más condutoras do calor;
Não amarrotam;
Resistentes à traça e ao mofo;
Não provocam alergias;
Muito sensíveis ao calor;
Secam rapidamente;
Resistentes à chama.

Principalmente tecidos com pêlo alto.
Utilizadas em casacos, brinquedos de pelúcia, tapetes e perucas

Exemplo: imitações de peles


Elastómeros.

Lycra Spanzelle
Blue C. Elura.

Resistentes;
Elásticos;
Não absorventes;
Leves;
Podem amarelecer por ação da luz solar.

Tecidos leves, flexíveis;
Frequentemente empregados em combinação com outras fibras;
Utilizados em maiôs e roupa para esqui.

Laváveis à mão ou à máquina no programa para tecidos delicados.
Evite o uso da água sanitária. Lave e pendure ou seque à máquina.
Passe a ferro a baixa temperatura.

Normalmente, a fibra que está presente em percentagens mais elevadas dará ao produto uma predominância das suas características; uma mistura bem executada, porém, apresentará as qualidades desejadas de todas as fibras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário